Cloud Computing e a sua evolução

Cloud Computing e a sua evolução

04/06/2020 0 Por Blogs

A Cloud Computing é um processo que envolve o acesso a serviços, incluindo armazenamento, aplicativos e servidores pela Internet, utilizando os serviços remotos de outra empresa mediante taxa. Isso permite que uma empresa armazene e acesse dados ou programas virtualmente, ou seja, em uma nuvem, e não em discos rígidos ou servidores locais. 

A Cloud Computing tem suas raízes já na década de 1950, quando os computadores mainframe surgiram. Naquele momento, vários usuários acessaram o computador central através de terminais fictícios. A única tarefa que esses terminais fictícios poderiam executar era permitir que os usuários acessassem o computador mainframe. Os custos proibitivos desses dispositivos de mainframe não os tornaram economicamente viáveis ​​para as organizações comprá-los. Portanto, foi nessa época que a ideia de fornecer acesso compartilhado a um único computador ocorreu às empresas para economizar custos.

Lançamento da IBM

Na década de 1970, a IBM lançou um sistema operacional(SO) chamado VM. Isso permitiu a operação simultânea de mais de um sistema operacional. Os sistemas operacionais convidados podem ser executados em todas as VMs, com sua própria memória e outra infraestrutura, possibilitando o compartilhamento desses recursos. Isso fez com que o conceito de virtualização na computação ganhasse popularidade. 

Nos anos 90, as operadoras de telecomunicações começaram a oferecer conexões de rede privada virtualizada, cuja qualidade de serviço era tão boa quanto a dos serviços ponto a ponto (dedicados) a um custo menor. Esse caminho pavimentado para as empresas de telecomunicações oferecerem a muitos usuários acesso compartilhado a uma única infraestrutura física.

Os outros catalisadores foram a computação em grade, que permitiu que grandes problemas fossem resolvidos por meio da computação paralela; a computação de utilidade facilitou a oferta de recursos de computação como um serviço medido e as assinaturas permitidas por SaaS, baseadas em rede, para aplicativos. A Cloud Computing, portanto, deve seu surgimento a todos esses fatores. 

Tipos de Cloud Computing

Os três tipos proeminentes de Cloud Computing para empresas são o Software como Serviço (SaaS), que exige que uma empresa se inscreva e acesse serviços pela Internet; Infraestrutura como serviço (IaaS) é uma solução em que grandes empresas de Cloud Computing fornecem infraestrutura virtual; e a Plataforma como serviço (PaaS) dá à empresa a liberdade de criar seus próprios aplicativos personalizados que serão usados ​​por toda a sua força de trabalho.

As nuvens são de quatro tipos: público, privado, comunidade e híbrido. Através da nuvem pública, um provedor pode oferecer serviços, incluindo armazenamento e aplicativo, a qualquer pessoa via Internet. Eles podem ser fornecidos gratuitamente ou cobrados de acordo com o método de pagamento por uso. 

Os serviços de nuvem pública são mais fáceis de instalar e mais baratos, pois os custos de aplicativos, hardware e largura de banda são suportados pelo provedor. Eles são escaláveis ​​e os usuários aproveitam apenas os serviços que usam. 

Uma nuvem privada também é conhecida como nuvem interna ou nuvem corporativa, e oferece uma arquitetura de computação proprietária por meio da qual os serviços hospedados podem ser fornecidos a um número restrito de usuários protegidos por um firewall. Uma nuvem privada é usada por empresas que desejam exercer mais controle sobre seus dados.

Ou seja, no que diz respeito à nuvem da comunidade, é um recurso compartilhado por mais de uma organização cujas necessidades de nuvem são semelhantes. 

Uma combinação de duas ou mais nuvens é uma nuvem híbrida. Aqui, as nuvens usadas são uma combinação de privado, público ou comunidade. 

Agora, a Cloud Computing também está sendo adotada pelos usuários de telefones celulares, embora existam limitações, como capacidade de armazenamento, vida útil da bateria e poder de processamento restrito.

Aplicativos em Cloud

Alguns dos aplicativos em nuvem mais populares do mundo são Amazon Web Services (AWS), Google Compute Engine, Rackspace, Salesforce.com, IBM Cloud Managed Services, entre outros. Além disso, os serviços em nuvem tornaram possível que pequenas e médias empresas (SMBs) estivessem no mesmo nível das grandes empresas. 

A Cloud Computing móvel está sendo aproveitada ao criar uma nova infra-estrutura, que é possível ao reunir dispositivos móveis e Cloud Computing. Essa infraestrutura permite que a nuvem execute tarefas maciças e armazene dados enormes, pois o processamento de dados e seu armazenamento não ocorrem em dispositivos móveis, mas apenas além deles. A computação móvel está ganhando força, já que os clientes desejam usar os aplicativos e os sites de suas empresas onde quer que estejam. 

Sendo assim, com o surgimento do 4G, Interoperabilidade Mundial para Acesso a Microondas (Wimax), entre outros, também está ampliando a conectividade de dispositivos móveis. Além disso, novas tecnologias para dispositivos móveis, como CSS3, hypervisor HTML5 (Hypertext Markup Language) para dispositivos móveis, Web 4.0, etc., apenas impulsionarão a adoção da Cloud Computing móvel.

Os principais benefícios do uso da Cloud Computing pelas empresas são que elas não precisam comprar nenhuma infraestrutura, reduzindo assim seus custos de manutenção. Eles podem acabar com os serviços usados ​​quando suas demandas comerciais forem atendidas. Também oferece às empresas o conforto de que têm enormes recursos à disposição, caso subitamente adquiram um grande projeto. 

Por outro lado, transferir seus dados para a nuvem faz com que as empresas compartilhem suas responsabilidades de segurança de dados com o provedor de serviços em nuvem. Isso significa que o consumidor de serviços em nuvem deposita muita confiança no provedor desses serviços. O controle dos consumidores na nuvem sobre os serviços utilizados é menor do que nos recursos de TI locais.

Compartilhe nosso post.

Mostre seu Sentimento
+1
513
+1
456
+1
689
+1
701
+1
252
+1
2
+1
1